Vergonha!

Eu tenho vergonha de ter um presidente como o Lula e raiva de ter que escolher entre Dilma e Serra, já que “se correr, o bicho pega, se ficar, o bicho come”. É inaceitável não escolher um candidato bom, e ter que optar pelo “menos pior”.

Como diria a música do Jota Quest:

“Eu peço a atenção ao povo
Quando for eleger de novo
Se lembre de tudo
Que pense no futuro
É, tá brabo
É rir pra não chorar!”

Que Deus nos dê sabedoria para votar amanhã!!!

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Que vontade…

Aaaaaaaaaahhhhhhhhhh!!!!!!!!!!

Publicado em Foto-post | 2 Comentários

Serenidade, coragem e sabedoria

 

“Senhor, concedei-me serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar, coragem para modificar aquelas que posso e sabedoria para perceber a diferença”.
(Oração de São Francisco)

 

Deveria ser o nosso lema. É um dos meus. Essas virtudes são adquiridas com a maturidade, acredito eu. Não é nada fácil. Mas é possível, com a ajuda de Deus.

Publicado em Frases | 2 Comentários

Quem é o palhaço?

Vou te contar que nessas eleições fiquei me sentindo meio palhaça. Pior do que a enxurrada de celebridades (ou subcelebridades) se candidatando a cargos políticos é quem vota neles. O horário político estava parecendo “A Fazenda”. Mas realmente só um país como o nosso, que não investe em Educação, para eleger pessoas como o palhaço Tiririca (o mais votado de SP), os ex-jogadores de futebol Romário e Bebeto e um dos integrantes do extinto (?) KLB, além de levar a Dilma pro segundo turno. Quem é o palhaço? O candidato ou quem vota nele? E não me venha com essa de voto de protesto que eu não aceito. Dia 31 temos uma segunda chance (ou não). E aí, o que vai ser? Qual o futuro do Brasil?

Publicado em Política | 3 Comentários

A arte de blogar

Sou blogueira há uns 10 anos, desde os tempos de Weblogger e tenho um tiquinho de experiência no assunto. Gosto demais de escrever, de dividir minhas ideias e pensamentos. O que não gosto é de gente me dizendo o que fazer ou como viver. Quando se tem um blog, querendo ou não as pessoas começam a pensar que lhe conhecem e isso cria expectativas. Essa é a razão de ser desse novo espaço. Liberdade. Sem aquela coisa chata de se importar com o que estão dizendo ou sobre o que querem que eu escrevo. Um blog sem pretensão alguma, que talvez eu possa definir como um Twitter sem o limite de 140 caracteres. O registro de uma nova fase.

Publicado em Blog | 4 Comentários